Postagens populares

Google+ Followers

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

SE O FIM NÃO ME ENSINASSE TANTO VIVERIA SÓ DO COMEÇO

É no começo que fervem as boas emoções, é a primeira garfada no seu prato predileto, é a preparação para ir naquela festa, é onde vive a esperança, é onde a imaginação torna-se real e pode ser real...No começo não tem como ter realidade mais verdadeira do que a formulada pela imaginação. Que liberdade!

Ah! No começo! O frio na barriga, a ansiedade do que virá acreditando no melhor do que pode vir...o início anima, agita, mexe e remexa com tudo, nos coloca à margem dos pensamentos e contagia quem nos rodeia. Começo de emprego, começo de férias, começo de uma vida juntos, começo, começo...

Mas é no fim que eu aprendo, é no fim que eu desperto, é no fim que eu encontro a magia do começo...é frustrante, é ameaçador, mas o FIM é a medida, é onde acaba afinal.

Mas, não adianta, hoje quero FINALIZAR brindando o começo...e sonhar com todos os começos que tive e com todos os que ainda terei...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

É A VIDA...

Enquanto não decidem se café faz bem ou se faz mal pra saúde.
Enquanto parece que o mundo que está aquecendo demais é marte.
Enquanto não se descobre que é melhor usar nicotina do que tomar Prosac.
Enquanto se usa gerúndio pra dizer sem falar nada.
Enquanto se finge que educado é dar bom dia e depois falar mal.
Enquanto se acha que belo é o que se vê e não o que se sente.
Enquanto...portanto...fico eu aqui, pensando que se perde muito tempo pra descobrir que o que não presta geralmente é diversão e o que nos resta é viver na confusão, porque o mundo é o que tem dentro de nós, a cor, o cheiro, o sabor...todo o mundo cabe assim, pequenininho ou grande...do tamanho de cada um.
Enquanto se pensa no que se faz enquanto, quer dizer que alguém está fazendo outra coisa no outro canto...é bom, é bom...é a vida!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Mas Vá

Vá mostrar ao mundo o que foi que aconteceu. É...lembrando bem foi isso que ocorreu.

Foi bom ser tão cruel? Com certeza achou que era este o seu papel.

Fui surpreendida por algo tão evidente que me deixa tonta ter sido tão demente.

Vá, mas vá...quero que vá fazer o que sempre faz, puxar no pé de quem te ama e pegar no saco de quem nem é . Porque pra mim é tudo tão sacana, simples.

Sou tão boa quando sirvo e tão ruim quando preciso que pra mim agora é vá....vá...e vá...

Fique com suas palavras duras, com seu mundo cibernético e amigos que até poderiam ser considerados imaginários de tão perfeitos, tão ABSURDAMENTE perfeitos...

Já que você tem memória seletiva, não vou lembrá-lo, nem fazer você rir...nem rir com você...que pena, que dor. Agora, apenas vou. E você? Vá.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

E?

Passo os dias tentando descobrir se o que tem dentro de mim me faz viver cada dia mais ou se me mata homeopaticamente...

terça-feira, 5 de maio de 2009

SUCULENTA


Quero apertar, pegar, morder, esmagar, sacanear, esmiuçar, amolar, molestar, maltratar, ultrapassar, bater, levar, morrer, matar.
Quero, ô mais quero! Xingar, socar, pintar, bordar, dançar...E se for samba eu pulo, se for valsa eu convido, rock eu grito...no ritmo ou não...
Quero, mais, menos, tudo, nada, dia, noite, tarde, manhã...manga, laranja, maça...
QUERO. Por quê? Você não? Deixa pra mim então...