Postagens populares

Google+ Followers

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Celular moderninho touch screen e a mulher...

Homens, resolvi fazer uma analogia pra tentar ajudá-los a dar fim a falta de entendimento diante de uma mulher...pensei em algo mais didático e nisso vejo o meu celular – “Claro!” (pensei).

Estes celulares moderninhos touch screen e tal são muito parecidos com as mulheres, vejam...

Quando você adquire um celular assim você fica muito apegado a ele, afinal ele faz tanta coisa, tantas que no começo você o valoriza muito, mostra pra todo mundo, fica orgulhoso dele, mas quando acostuma com ele não perdoa nenhuma falhinha básica, reclama quando não faz uma ligação ou quando de tantas funções sua bateria acaba rápido demais...mas quem dá conta de tudo sem recarregar as baterias de vez em quando?


Seu celular é sensível ao toque homens e ele precisa de algumas atualizações às vezes, instalar algumas novas funções, apagar coisas desnecessárias, MUDAR O TOQUE, sabe como é! Variar, reprogramar...

Você pode não perceber, mas me diz: você não se sente vazio sem o seu celular? Não tem jeito, você não vive mais sem ele...pense nisso!


Se o seu celular falasse diria:


Estou bonito assim? Acha que engordei? Você ainda me ama?

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Sara

SARA
minha princesa

De ontem em diante - O TEATRO MÁGICO

De ontem em diante serei o que sou no instante agora
Onde ontem, hoje e amanhã são a mesma coisa
Sem a ideia ilusória de que o dia, a noite e a madrugada
são coisas distintas
Separadas pelo canto de um galo velho
Eu apóstolo contigo que não sabes do evangelho
Do versículo e da profecia
Quem surgiu primeiro?
o antes, o outrora, a noite ou o dia?
Minha vida inteira é meu dia inteiro
Meus dilúvios imaginários ainda faço no chuveiro!
Minha mochila de lanches?
É minha marmita requentada em banho Maria!
Minha mamadeira de leite em pó
É cerveja gelada na padaria
Meu banho no tanque?
É lavar carro com mangueira
E se antes, um pedaço de maçã
Hoje quero a fruta inteira
E da fruta tiro a polpa... da puta tiro a roupa
Da luta não me retiro
Me atiro do alto e que me atirem no peito
Da luta não me retiro...
Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras que fizemos ontem.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

SE O FIM NÃO ME ENSINASSE TANTO VIVERIA SÓ DO COMEÇO

É no começo que fervem as boas emoções, é a primeira garfada no seu prato predileto, é a preparação para ir naquela festa, é onde vive a esperança, é onde a imaginação torna-se real e pode ser real...No começo não tem como ter realidade mais verdadeira do que a formulada pela imaginação. Que liberdade!

Ah! No começo! O frio na barriga, a ansiedade do que virá acreditando no melhor do que pode vir...o início anima, agita, mexe e remexa com tudo, nos coloca à margem dos pensamentos e contagia quem nos rodeia. Começo de emprego, começo de férias, começo de uma vida juntos, começo, começo...

Mas é no fim que eu aprendo, é no fim que eu desperto, é no fim que eu encontro a magia do começo...é frustrante, é ameaçador, mas o FIM é a medida, é onde acaba afinal.

Mas, não adianta, hoje quero FINALIZAR brindando o começo...e sonhar com todos os começos que tive e com todos os que ainda terei...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

É A VIDA...

Enquanto não decidem se café faz bem ou se faz mal pra saúde.
Enquanto parece que o mundo que está aquecendo demais é marte.
Enquanto não se descobre que é melhor usar nicotina do que tomar Prosac.
Enquanto se usa gerúndio pra dizer sem falar nada.
Enquanto se finge que educado é dar bom dia e depois falar mal.
Enquanto se acha que belo é o que se vê e não o que se sente.
Enquanto...portanto...fico eu aqui, pensando que se perde muito tempo pra descobrir que o que não presta geralmente é diversão e o que nos resta é viver na confusão, porque o mundo é o que tem dentro de nós, a cor, o cheiro, o sabor...todo o mundo cabe assim, pequenininho ou grande...do tamanho de cada um.
Enquanto se pensa no que se faz enquanto, quer dizer que alguém está fazendo outra coisa no outro canto...é bom, é bom...é a vida!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Mas Vá

Vá mostrar ao mundo o que foi que aconteceu. É...lembrando bem foi isso que ocorreu.

Foi bom ser tão cruel? Com certeza achou que era este o seu papel.

Fui surpreendida por algo tão evidente que me deixa tonta ter sido tão demente.

Vá, mas vá...quero que vá fazer o que sempre faz, puxar no pé de quem te ama e pegar no saco de quem nem é . Porque pra mim é tudo tão sacana, simples.

Sou tão boa quando sirvo e tão ruim quando preciso que pra mim agora é vá....vá...e vá...

Fique com suas palavras duras, com seu mundo cibernético e amigos que até poderiam ser considerados imaginários de tão perfeitos, tão ABSURDAMENTE perfeitos...

Já que você tem memória seletiva, não vou lembrá-lo, nem fazer você rir...nem rir com você...que pena, que dor. Agora, apenas vou. E você? Vá.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

E?

Passo os dias tentando descobrir se o que tem dentro de mim me faz viver cada dia mais ou se me mata homeopaticamente...